You are currently browsing the tag archive for the ‘Foco’ tag.

 

-Por Janine Costa*-

Motivação é uma palavra derivada do latim motivus, movere que significa mover, indicando assim, o processo pelo qual um conjunto de motivos induz, incentiva ou provoca algum tipo de ação ou comportamento humano. Ao falarmos dos aspectos motivacionais dentro de uma organização é preciso compreender o fato de que a motivação, enquanto objeto de estudo, apresenta certo grau de complexidade, pois os estímulos que movem o indivíduo são internos e cada qual possui interesses e fatores motivacionais diferentes.

Daí a dificuldade de equiparar por meio de políticas internas, a motivação de uma equipe, uma vez que, a diversidade também se encontra nos padrões individuais que estimulam a produtividade. No caso, os gestores responsáveis pelo desenvolvimento de pessoas precisam diversificar as propostas tendo como base as pesquisas sobre a motivação, criando um leque de aspectos que a favoreçam e que resultarão em qualidade e empenho para um maior número de funcionários.

Segundo pesquisa realizada pela UFPB em 2007, alguns desses aspectos são: realização pessoal e profissional; reconhecimento; responsabilidade; desenvolvimento profissional; conteúdo do cargo; autonomia; participação em decisões; criatividade e inovação do trabalho.

Ao adotar estratégias internas que favoreçam tais fatores, a organização passa a mover sua equipe para a ação que trará resultados satisfatórios ao desenvolvimento pessoal, profissional e organizacional.

 Referências: Studia Diversa, CCAE-UFPB, Vol. 1, Nº 1 – Outubro 2007, p. 62-86

*Janine Costa é coordenadora acadêmica da Universa Escola de Gestão, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Especialista em Psicodrama e Mestre em Educação.

– por Christiane Rodrigues* –

Você é uma pessoa focada? Você está centrado em seu objetivo de vida? Às vezes temos tantos objetivos na nossa vida, que ficamos perdidos sem saber o que fazer para alcançá-los. Para trilhar o nosso sucesso é importante organizar os passos que pretendemos dar e manter o foco na trajetória.

Estabelecer prioridades daquilo que queremos é o começo. Leve em consideração que muitos objetivos podem dispersar seu foco e sua energia. O ideal é ter um ou dois objetivos principais para cada papel que desempenhamos; no trabalho, na família, no relacionamento, nas amizades, na sociedade… Dessa forma, temos certeza que nenhuma área importante da nossa vida foi esquecida. Faça uma lista dos principais papéis da sua vida e depois detalhe os objetivos para cada uma dessas funções que exerce. Em seguida, transforme cada objetivo em meta e depois as relacione com as ações necessárias para concretizá-las. Uma sugestão é deixar “seu plano” em um local que você veja diariamente, isso nos ajuda a manter o foco e concentrar a energia nas ações que planejamos.

Nossas ações no presente precisam estar conectadas ao que queremos no futuro, para que tenhamos maior motivação ao realizá-las. Quando unimos presente e futuro, damos sentido às coisas que fazemos e caminhamos em direção ao que realmente desejamos para a nossa vida.

Ah, não se esqueça de celebrar suas realizações. A comemoração valida nosso esforço e nos motiva para novas e maiores realizações.

“Aquele que não tem um objetivo, raramente sente prazer em qualquer empreendimento”. (Giacomo Leopardi)

 

*Christiane Rodrigues é especialista em Marketing e analista de negócios da Fundação Universa.

Twitter da Fundação Universa

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: