por Nihad Bassis*
 

Steve Jobs

Inovação e Apple soam quase que como uma mesma palavra, exemplo disso são os seus ‘i’ produtos. Recentemente o Ipad veio a tona com a promessa de integrar mobilidade de dados, telefonia celular e solução computacional portável com interface de interação inovadora.

Se olharmos para o passado podemos ver que DVD acabou com o CD que acabou com o cassete que acabou com o vinil. Mas o Ipad não vai acabar com o PC. São funções distintas e públicos distintos. Steve tem objetivos maiores. Seus Iprodutos estão ligados ao futuro e não a demandas atuais. São inovações de ruptura e não modelos evolutivos de algo já vigente no mercado.

O que Steve Jobs faz além dos seus produtos inovadores é mostrar a capacidade de olhar além do horizonte e mostrar que não precisamos carregar um celular, um notebook e um modem de acesso à internet misturados em uma pesada mochila. Ele vai além de tudo isso, pois com as vendas mostrando o sucesso do Ipad já já teremos este tablete como um commodityIphone que o diga!.

Steve trouxe além dos Iprodutos um novo cenário de competitividade entre ele e seus concorrentes! O mercado está se mobilizando para concorrer. Os beneficiados nesta história? Nós! Viva Steve e seus Jobs!

 

*Coordenador acadêmico dos cursos de TI.