- por Fabrícia Araújo * -

 

Devido à grande concorrência, as organizações precisam desenvolver e utilizar instrumentos de gestão que lhes garantam certo nível de competitividade. Para ser referência no mercado uma organização precisa de profissionais altamente capacitados e preparados para enfrentar os desafios. É fundamental a ênfase nas pessoas como recurso determinante do sucesso organizacional. Nesse contexto, a gestão por competências é um dos mecanismos utilizados na busca da competitividade.

A palavra gestão emprega ao termo o sentido de um processo que envolve atividades de planejamento, acompanhamento e avaliação. As competências estão relacionadas ao conhecimento, às habilidades e às atitudes de uma pessoa. Quando transferimos essa ideia para dentro da organização, dizemos que as competências profissionais podem ser entendidas quanto à formação acadêmica, à vivência prática do conhecimento e ao comportamento humano.

Então, a gestão por competências é um modelo novo de gestão de pessoas utilizado para alinhar o perfil profissional do indivíduo com as estratégias e os objetivos organizacionais. Esse mecanismo visa otimizar os recursos humanos disponíveis na empresa, minimizando os gaps de competências necessárias para que a organização possa alcançar o sucesso empresarial.

 

*Fabrícia Araújo é jornalista na Fundação Universa.

About these ads